Bolsas de Crochet bem vindo ao crochet da paty
Artesanato em Crochet com a Paty

Arte, Cuidado e Amor

Crochet com a Paty

Conheça melhor as Bolsas

de Crochet

MODELOS

Presenteie com um dos nossos modelos

Conheça Todos

Bolsas de Crochet

As Mais Recentes

Bolsa de Crochet - Viena

Bolsa de Crochet - Paris

Bolsa de Crochet - Lucerna

Patrícia Parsequian

De Empresária a Artista

Entenda melhor…

Patrícia, hoje uma artista dedicada, ontem empresaria e sempre uma mãe incomparável, tudo o que faz, exige e coloca o seu melhor, que podem ser vistos nos trabalhos aqui divulgados.

Este site foi desenvolvido com a pretensão de demonstrar esta continua mudança. Acompanhar esta nova etapa de vida e seus projetos.

Mais Sobre a Paty

Cuidado nos Detalhes

CORES, PADRÕES, ALÇAS...
Veja em Detalhes

Entenda os diferentes tipos de linhas mais comum para o crochê

tipos de linhas mais comum para o crochê

Ao fazer uma peça de crochê deve-se levar em consideração alguns pontos. Você deve escolher o tipo de linha que mais se adequa, o material e a espessura da linha de crochê.

Há três categorias para classificar os tipos de linha para crochê: fios sintéticos, fios naturais e fios animais. Além disso, há variação de peso da linha, que é o fator que determinará o tamanho da agulha de crochê que você vai utilizar, quanto mais espesso o fio, maior a agulha necessária para fazer o crochê.

Quando falamos do fio sintético, estamos falando do Nylon, do acrílico e do poliéster, por exemplo. Uma boa opção para fazer bolsas de crochê. Já o Bambu e o Algodão são exemplos dos fios naturais, mais utilizados para a produção de casaquinhos e capa de almofadas. E por fim, na terceira categoria, fios naturais, destacam-se a Lã e Caxemira, comuns para fazer cachecóis, sapatinhos para bebê e blusas.

Dicas básicas para fazer os diferentes tipos de ponto do crochê

Ponto correntinha

O mais famoso de todos os pontos de crochê, o correntinha. Para fazer a correntinha você precisa fazer um nó móvel na ponta da agulha, depois, pegue a linha e passe na agulha e puxe por dentro do nó, esse é o primeiro ponto da correntinha, depois é só continuar fazendo o mesmo processo até a quantidade necessária que a receita pede.

Ponto baixo

O ponto baixo é necessário para quem está aprendendo como fazer tapete de crochê, pois, o ponto baixo deixa a trama da peça firme devido seus pontos mais fechados.

Para o ponto baixo é necessário fazer primeiro duas correntinhas e depois passar a agulha por dentro da segunda casa e enrole a linha na agulha e passe por dentro da casinha, faça outro laço na agulha e passe pelas duas casas, assim ficará apenas um ponto na agulha.

Ponto baixíssimo

O ponto baixíssimo é comumente usado para trazer mais firmeza nas bordas do trabalho e também para fazer a finalização das peças. O ponto baixíssimo funciona mais como um ponto de apoio para o crochê, visto que ele não fica visível quando o trabalho em crochê é finalizado.

Para o ponto baixíssimo você precisa colocar a agulha na correntinha e fazer um laço, depois você puxa o laço por dentro das duas correntinhas.

Cores de Crochê

Ponto alto

Ao contrário do ponto baixo, o ponto alto tem uma trama mais aberta e é indicado para trabalhos mais moles.
Para o ponto alto você precisa enrolar a linha na agulha e contar três pontos, em seguida você faz um laço e leva a agulha para o quarto ponto, puxando a linha em seguida. Assim a agulha fica com três pontos.

Dicas básicas para fazer os diferentes tipos de ponto do crochê

5 dicas para quem quer começar a fazer crochê

  1. No início prefira agulhas maiores e linhas mais finas
  2. Comece a praticar em uma peça teste
  3. Comece com linhas com uma única cor, o processo fica mais fácil
  4. Procure receitas simples de como fazer crochê para treinar
  5. Estude as abreviaturas dos pontos principais, mas também outras que são usadas nas receitas.

Fios de Malha – Cartela de Cores

Cartela de Cores Fio de Malha

Um dos fios que utilizamos para a produção artesanal das bolsas de crochê é o fio de malha. Este é um resíduo da indústria, ou seja, seu uso é sustentável e evita o descarte de tecidos. É um material lavável e pode se apresentar de diversas cores. Além de ficar apaixonante em alguns de nossos modelos…

Para a sua bolsa Crochet com a Paty de fio de malha, você pode escolher a sua cor favorita dessas abaixo:

Bolsa de Crochet - Praga
  • Verde Exército
  • Rosa Bebê
  • Rosa Tutti Frutti
  • Rosa Choque
  • Rosa Antigo Escuro
  • Pink Magenta
  • Lilás Claro
  • Lilás Escuro
  • Ultra Violeta
  • Vinho
  • Licor de Açai
  • Cinza Mescla Escuro
  • Cinza Chumbo
  • Preto
  • Azul Bebê
  • Azul Lavanda
  • Azul Hortênsia
  • Azul Royal
  • Azul Bic
  • Azul Jeans Lavado
  • Azul Jeans Escuro
  • Azul Marinho Profundo
  • Azul Tifanny
  • Turquesa Escuro
  • Verde Petróleo
  • Verde Bebê
  • Verde Hortelã
  • Coral
  • Vermelho escuro
  • Vermelho Branca de Neve
  • Verde Lima (Chartreuse)
  • Verde Pistache
  • Verde Oliva
  • Verde Cana
  • Verde Folha Brilhante
  • Branco Azulado
  • Marfim
  • Marfim Sorvete De Creme
  • Areia Claro
  • Areia Escuro
  • Areia Acinzentado
  • Bege Prata Velho
  • Marrom Chocolate
  • Marrom Café Expresso
  • Bege Lingerie
  • Amarelo Bebê
  • Amarelo Maracujá
  • Amarelo Canário
  • Amarelo Neon
  • Amarelo Sol  (Amarelo manga)
  • Amarelo Ouro
  • Mostarda
  • Mostarda Escuro Queimado
  • Caramelo
  • Laranja
  • Cor de Telha

Como lavar e conservar as bolsas de crochet

As bolsas de crochet são peças delicadas e por isso merecem um cuidado especial!

Você sabe como conservar e lavar a sua bolsa de crochê?

Aqui vão algumas dicas valiosas:

Lave as peças manualmente (a lavagem na máquina com força mecânica pode deformar o modelo da peça) com água fria ou morna (até 40ºC)

A lavagem com sabão neutro é a melhor opção pois, o sabão em pó é agressivo demais para as fibras delicadas do crochê.

Não torça o crochê, apenas aperte delicadamente para tirar o excesso de água.

Na hora de secar não use prendedores, pois eles podem marcar, o correto é estendê-la em uma superfície horizontal.

Seque suas peças à sombra e/ou vento, pois a secadora e o sol danificam as fibras.

Essas peças normalmente não precisam ser passadas, mas caso precisar, nunca pressione demais o ferro na peça nem use-o muito quente, pois a peça poderá esticar.

Como lavar crochê
Como Tudo Começou

A Transformação

Minha dedicação pelos trabalhos manuais começou por causa da minha mãe. Ela sempre gostou muito de bordar e tricotar, tanto que fez uma manta de lã para cada um de seus 9 netos que nasceram.